Saltar para o conteúdo

“Tive vontade de voltar a escola
mas o doutor não deixou" (Tim & Rui Veloso)

A escola, enquanto lugar de aprendizagem e socialização por excelência, não admite interrupções. Para uma criança que fica retida em casa ou que é obrigada a conviver com o estranho mundo dum hospital, manter a ligação à escola não é uma imposição sem sentido. Pelo contrário, este tempo pode ser usado para contactar com novos professores, realizar actividades escolares diversas, recuperar matérias, preparar-se para o regresso à escola. O Dr, Mário Sousinha, médico no IPO, dizia que o internamento na vida das crianças é temporário. O que não é temporário, como a escola, deve ser sempre oferecido ao aluno. De facto, esta continuidade tem benefícios pedagógicos inegáveis, para além de minimizar os efeitos negativos de centrar-se demasiado na doença.

...continue a ler "Da minha cama vejo a escola"

1

Capa do jogo Lagartas e caracóis em JClicReutilizar é um dos três R da sustentabilidade. Consiste em dar uso a materiais que, em vez de serem atirados para o lixo, ganham nova vida com outras funções ou nas mãos de outras pessoas. Na escola, é muito comum a reutilização criativa de materiais de aprendizagem.

Em sintonia com esta excelente prática, hoje propomos duas actividades matemáticas para exploração dos números de 1 a 10. Primeiro, pesquisámos imagens de caracóis e lagartas. Depois de decidirmos quais as mais interessantes, usámos o Powerpoint para criar diapositivos com diferentes quantidades de caracóis e lagartas e guardámos cada diapositivo como uma imagem separada. Desenhámos ainda uma lagarta especial com os segmentos do corpo numerados de 1 a 10.

O objectivo final era a criação de uma actividade em JClic para um aluno. Esta actividade pode ser utilizada (e reutilizada) clicando na imagem da lagarta - pode ter que aguardar um pouco para que carregue no seu navegador web.

Se já tiver o JClic no seu computador, pode descarregar o ficheiro e executar o Lagartas e Caracóis no JClic Player. Para  isso, clique em Actividade Jclic – Lagartas e caracóis.

Infelizmente, muitos alunos não usam computador. Por isso, publicámos um livro no Tar Heel Reader usando as mesmas imagens que tínhamos laboriosamente pesquisado e criado para o JClic. Desta forma, abrimos possibilidade à exploração dos mesmos conteúdos em diferentes contextos, com diferentes apresentações, para mais alunos, em múltiplos suportes. Reutilizamos, multiplicamos e todos ganhamos.

2

um cacto, dois gatos e três patosO Tar Heel Reader é uma biblioteca aberta - sem custos, acessível a pessoas com dificuldades motoras e outras, com novos livros diariamente, aceitando contribuições de leitores de todo o mundo. Por isso, é virtualmente infinita. Por isso também, responde às necessidades de muitos professores que procuram para os seus alunos livros de leitura simples, numa diversidade de temas apaixonantes para os jovens leitores e que em muitos casos podem ser usados na matemática, nas ciências ou na história, e em número grande mas incerto porque sempre crescente.

Uma biblioteca poderia mostrar-te tudo se soubesses para onde olhar.
Pat Conroy

O vídeo que hoje partilhamos mostra como se pode guardar um livro em formato ePub. O ficheiro resultante pode depois ser usado quando não exista acesso à internet, pode ser impresso para criar actividades ou distribuído aos alunos. Outra possibilidade é a utilização em tablets. Neste caso, e apesar de podermos ver os livros no Safari ou no Chrome acedendo à página do Tar Heel Reader, podemos construir uma biblioteca em aplicações como o iBooks ou o GoodReader.

Se descarregarmos os livros para Powerpoint, podemos enriquecê-los com outras imagens, sons ou narração por um aluno mais velho, por um encarregado de educação ou pelo professor.
As ilustrações dos materiais escolares foram criadas pela Cátia e a ovelha é da Nairça Gonçalves, alunas de Design Gráfico do Agrupamento Eduardo Gageiro.

 

image3A era digital trouxe consigo novas formas de aprender a ler e escrever. O contacto precoce e diário com o mundo dos tablets, smartphones, computadores,... tem possibilitado às crianças múltiplas formas de acesso à leitura fora do contexto escolar. É, assim, importante considerar que os pontos de partida são hoje muito diferentes e que a escola deverá assumir novos papeis, promovendo a integração das tecnologias nas suas práticas para ir ao encontro das experiências das crianças e contribuir para responder a esta diversidade.

Considerando estas questões e a candente necessidade de as trazer para o quotidiano escolar, o Agrupamento de Escolas Leal da Câmara, em parceria com o Centro de Formação da Associação de Escolas de Sintra e a Rede de Bibliotecas Escolares,  está a organizar o "I Congresso de Leitura Digital" que irá decorrer nos dias 24 e 25 de Outubro (sexta-feira e sábado).

Vão ser abordados temas relacionados com os novos suportes de leitura; a promoção da leitura em ambientes digitais; recursos educativos digitais; segurança nos ambientes digitais; ebooks e bibliotecas; mercado de ebooks; criação de ebooks e leitura em dispositivos móveis.

A educação especial também será um dos pontos fortes deste congresso. O CRTIC de Sintra (Cátia Marques e Margarida Loureiro) irá apresentar "Recursos digitais na educação especial" e dinamizar um workshop sobre a "Criação de Livros Digitais com o Book Builder".

Poderá aceder ao programa clicando aqui. O prazo para as inscrições ainda não terminou.