Saltar para o conteúdo

Menu inicial do SebranUm dos programas que recomendamos com regularidade é o Sebran. As doze actividades disponíveis a partir do menu principal são variadas e permitem trabalhar a leitura, a escrita, a matemática, a memorização, etc. Entre os problemas do programa, destacam-se, infelizmente, as questões da acessibilidade - algumas actividades só podem ser usadas com rato - e, sendo um programa fechado, não é possível mudar as imagens, palavras e objectos usados, nem sempre adequados aos alunos.

As actividades Quantos?, Somar, Subtrair, Primeira letra, Forca, Chuva ABC, Chuva de letras, e Chuva 1+2, no entanto, são acessíveis com o teclado e sugerimos que sejam usadas também para treino do teclado. Além disso, e apesar de a autora não aceitar contribuições para adicionar novos idiomas, ficando limitados à tradução em português do Brasil, na actividade Forca, em que se vão escolhendo letras com o rato ou com o teclado até descobrir uma palavra ou perder por excesso de tentativas, é possível criar um ficheiro com um conjunto de palavras para ser lido em substituição das palavras originais.

  1. Abra o Bloco de notas
  2. Coloque no ficheiro as palavras - uma por linha e até um máximo de 200 - que pretende usar. Pode descarregar o ficheiro que criámos para uso com o método das 28 palavras.
  3. Grave o ficheiro com o nome hangman.txt.
  4. Coloque o ficheiro criado na pasta do programa Sebran (normalmente em C:\Programas\Sebran)
  5. Abra o programa e escolha a actividade Forca para confirmar que as palavras são as do ficheiro que criou.

Se surgir alguma dificuldade, contacte-nos.

1

Bolo com capa do livro "Conheces Alguém Assim"Decorreu ontem, dia 18 de Maio, pelas 10:30 horas, na Biblioteca da Escola Básica 2,3 José Cardoso Pires, o lançamento do livro Conheces Alguém Assim?, escrito por Margarida Fonseca Santos e ilustrado por Raquel Pinheiro. O livro fala da violência entre crianças e do papel do diálogo e da amizade como ingredientes-chave para a resolução de problemas. Editado pela CERCICA, faz parte do projecto 4 Leituras, uma série pioneira que faz acompanhar cada livro de um DVD que contém a versão narrada, a versão em Símbolos Pictográficos para Comunicação e a versão em Língua Gestual Portuguesa, para além de conteúdos lúdicos de natureza educativa destinados a ampliar os conhecimentos das crianças sobre as temáticas abordadas em cada uma das histórias. É possível ainda solicitar sem custos adicionais as versões em formato Braille e Daisy.

A sessão contou com a presença de diversas individualidades, nomeadamente, o Secretário de Estado da Educação Dr. Fernando Reis, a Secretária de Estado para os Assuntos Parlamentares e a Igualdade, Dra. Teresa Morais,  o Comissário do Plano Nacional de Leitura (PNL), Dr. Fernando Pinto do Amaral, e do Subdiretor-Geral da DGE, Dr. Pedro Cunha. Durante o evento houve oportunidade para falar sobre o problema da violência entre crianças, de alguns comportamentos que ajudam a prevenir e minimizar a sua ocorrência e da atenção que o tema tem merecido nos últimos anos.

A Dra. Cristina Madaleno, Directora do Agrupamento José Cardoso Pires, falou da importância dos parceiros da escola e dos projectos que o Agrupamento tem implementado para fomentar uma cultura de cooperação e entreajuda, seguida do Dr. Fernando Reis. Depois a autora e a ilustradora apresentaram o livro de uma forma muito divertida e, no final, o jornal Voz da Escola colocou-lhes várias questões e os alunos da Unidade de Apoio à Multideficiência ofereceram um presente a Margarida Fonseca Santos e Raquel Pinheiro.
O Clube de Rádio iniciou depois a sua emissão para falar sobre o lançamento do livro, entrevistar dois alunos participantes no projecto Amigos Solidários e apresentar uma turma do 5º ano, que fez a leitura expressiva do texto.

O Comissário do PNL e a Secretária de Estado para a Igualdade encerraram a apresentação do livro, tendo-se seguido um lanche com um bolo decorado com a capa do livro e uma sessão de autógrafos muito concorrida.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Programa do terceiro seminário TAIAmanhã, dia 13 de Maio, teremos mais um Seminário TAI, integrado no ciclo Educar na e para a diversidade: Tecnologias de Apoio para a Inclusão. Mais uma vez, das 17h30 às 20h30, o Auditório da Escola Secundária D. Dinis acolherá vários profissionais - Clarisse Nunes, Fernanda Barroso, Helena Feijão e Isabel Moreira - desta feita para falarem sobre Unidades de apoio especializadas e a importância das tecnologias de apoio nesse contexto.
Para mais informações ou para ver fotos dos seminários anteriores, veja a página de Facebook do Ciclo de Seminários.

Projecto TEA

O projecto TEA: Tablets no Ensino e Aprendizagem tem vindo a dinamizar desde Janeiro o evento 3as com TEA. Neste ciclo de sessões têm sido tratadas matérias ligadas à utilização educativa das tecnologias digitais, em geral, e das tecnologias móveis, em particular. Têm lugar à terça-feira, no Auditório 2 da Escola Secundária Eça de Queirós, das 17h30 às 19h00. Se não teve oportunidade de participar nas sessões anteriores, pode ver tudo o que se passou no Canal YouTube do projecto. Hoje decorreu a penúltima sessão programada. Se quiser participar na última sessão, sobre as metodologias, critérios e instrumentos que permitem fazer uma apreciação formal dos recursos digitais a utilizar em sala de aula, com o convidado Manuel Luís da Silva Pinto, não se esqueça de fazer a inscrição prévia. Para mais informações sobre esta sessão ou sobre o orador, procure na página das sessões de maio ou contacte com os organizadores.

Plaphoons num iPadO programa Plaphoons tem uma nova versão estável. Depois de um período de teste do novo formato interno das tabelas de comunicação, a versão 865 tem um conjunto de novidades muito úteis e algumas alterações que importa conhecer.
Se criou actividades com as novas versões do programa, já não pode abri-las com as versões anteriores. Se quiser converter tabelas antigas para o novo formato, existe uma opção no menu Ficheiro que converte todas as tabelas existentes numa pasta para o novo formato. PLA. Pode também converter tabelas para a plataforma ANDROID e para formato HTML, podendo depois ser exportadas e lidas nos dispositivos móveis.
Com vários alunos a usar o mesmo computador, pode criar diferentes configurações (com ou sem varimento, por exemplo) e abri-las de acordo com as necessidades de cada criança.
Uma nova opção Fixar o cursor à célula, criada para facilitar o controlo pelo olhar (menu Opções) foi também adicionada a pedido da empresa Iribond.
Foram, claro, traduzidas para português todas as opções possíveis.
Uma das opções mais interessantes existentes, ainda que não seja recente, é o Jogo Saber qual é (menu Opções 2). Ao activar esta opção, no menu ou com a tecla de função F2, o programa vai questionando o utilizador sobre os símbolos da tabela que está aberta - é uma forma de realizar autonomamente a aprendizagem de símbolos.