Saltar para o conteúdo

Acessibilidade web

símbolo da acessibilidade webNo último seminário TAI tivemos a oportunidade de escutar dois alunos que usam as tecnologias de apoio como ferramentas fundamentais para a criação dos seus espaços de aprendizagem e participação. Apesar de acederem ao computador de formas muito diferentes, para estes jovens, a World Wide Web é hoje o destino comum. Através da Web, abre-se um mundo de conhecimentos, um mundo de amigos, um mundo de possibilidades.
A acessibilidade web é, por isso, um tema de discussão essencial porque os obstáculos (e são imensos) que se colocam aos utilizadores têm que ser removidos para que a web seja, verdadeiramente, universal e de utilização facilitada para todos.
Portugal foi o primeiro país na União Europeia a adoptar as Web Content Accessibility Guidelines (WCAG) 1.0 em agosto de 1999. Em fevereiro de 2009, a tradução portuguesa da versão 2.0 (WCAG 2.0) foi a primeira a ser registada na base de dados do World Wide Web Consortium (W3C).
No dia 24 de Outubro de 2014, como culminar de um trabalho prévio liderado em Portugal pela equipa do DSI/Unidade ACESSO da FCT, em que participámos como revisores, o W3C publicou as WCAG 2.0 na língua de Camões.
Se ainda não conhece as Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) 2.0 em português, visite a página respectiva no W3C.

Votos de um bom Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *