Se não teve ainda tempo para rechear a sua biblioteca de férias, corra para a livraria mais próxima antes que se instalem os sintomas de desidratação mental provocados pela falta de leitura.

Em alternativa, pode usar a conexão do bar da sua praia, esplanada ou jardim favoritos para descarregar livros para o seu telefone ou tablet. Para além das plataformas de venda de livros, uma das fontes gratuitas de boa literatura continua a ser o Projecto Gutenberg. Dos Lusíadas à História Alegre de Portugal ou ao Amor de Perdição, passando por obras noutras línguas que não a lusa, pode encontrar um respositório dificilmente esgotável de cultura e lazer.

Se quiser aproveitar para pôr em dia os seus conhecimentos de informática, pode aproveitar a oferta de livros que a Microsoft decidiu disponibilizar gratuitamente.

Dentre os muitos textos, os que mais provavelmente poderão interessar os leitores são guias de referência rápida e atalhos de teclado para o Windows e o Office da Microsoft. Destacamos dois que exploram o tema da acessibilidade: Accessibility in Windows 10: A Guide for Educators (Empower students with accessible technology that enables personalized learning) e o Win8 Accessibility Tutorials. Os sistemas operativos contêm actualmente funcionalidades que tornam mais simples a utilização de computadores e dispositivos móveis para pessoas com problemas de acessibilidade. Estes guias focam as opções de acessibilidade do Windows e do Office para alunos com dificuldades de aprendizagem, comunicação, motoras, visuais e auditivas.

Boas leituras!

1

partilharvaleapenaO Encontro Partilhar Vale a Pena decorreu nos dias 7 e 8 de Julho, na Casa das Histórias Paula Rego. Durante estes dois dias, dezenas de professores responderam ao desafio do Centro de Formação de Escolas do Concelho de Cascais e mostraram de que forma contribuem para uma escola melhor para os alunos, para os professores e para o futuro de todos. Através da apresentação de materiais, actividades e projectos em contexto escolar no âmbito da Educação para a Ciência, Artes, Desporto e Leitura, perceberam-se vontades de mudança e o investimento constante na melhoria das aprendizagens e dos espaços educativos.

O CANTIC esteve presente para, com a professora Sónia Bártolo, da Escola do Centro de Medicina de Reabilitação de Alcoitão e a professora Isabel Nunes, da Escola Básica de Alcabideche, falar sobre o Projecto TeleAula. Mais uma vez, foi possível levar a todos os presentes uma realidade muito especial de apoio aos alunos que, devido a doenças, se vêm impossiblitados de frequentar a escola. Para além da história da TeleAula em hospital e dos modelos educativos que a sustentam, foram apresentadas muitas fotos e projectos que são parte da vida da escolinha - desde actividades com a Escola da Alcabideche a projectos com parceiros portugueses e europeus, passando pelas aventuras de aprendizagem construídas no próprio hospital como a Viagem das Sementes ou as viagens dos paleontólogos à procura de ovos de dinossauro.

No painel 7, dedicado a projectos de boas práticas no âmbito da cidadania, o Agrupamento de Escolas IBN Mucana apresentou o Projecto InDisciplina, direccionado para a a gestão dos comportamentos no espaço escolar e o projecto A Horas Certas, para controlo da pontualidade às primeiras aulas.

O Agrupamento de Escolas da Parede falou de um projecto de Empreendedorismo e de algumas ideias de produtos criadas pelos alunos como uma banda térmica que permite controlar visualmente a temperatura dos recipientes no fogão.

A comunicação TIC intergeracional, da Escola Secundária de Cascais, apresentou um projecto em que os mais novos trabalharam com idosos ensinando-os a utilizar o computador. Entre outras histórias deliciosas, Cristina Sarmento contou a de uma senhora que construiu um teclado de cartão para treinar em casa!

Pode ver fotos destes dias no site do Encontro e ter acesso a algumas das comunicações apresentadas.

Todo o livro que nasce digital deve nascer acessível (Abigail Rekas)

Cláudia Cardoso e Jorge Fernandes

Decorreu hoje a última sessão da formação Criação de Páginas Web Acessíveis, na EBI Vasco da Gama, no Parque das Nações.
Como na primeira sessão, pudemos contar com o apoio e conhecimentos do Dr. Jorge Fernandes e da Dra. Cláudia Cardoso, da Unidade Acesso da Fundação para a Ciência e Tecnologia (algumas fotos no álbum Páginas web acessíveis - 8ª sessão).
Apesar da formação se focar na acessibilidade das páginas web, muitas técnicas para tornar acessíveis os conteúdos para a web são válidas para outros formatos. A penúltima sessão incidiu precisamente sobre a estruturação de documentos. A maioria das escolas disponibiliza informação em documentos PDF e outros criados no Writer, Word, Impress, Powerpoint. Por isso, é muito importante garantir que, para além dos conteúdos web, sejam também acessíveis os documentos fundadores da comunidade educativa, os ficheiros com matérias escolares e as informações sobre exames, inscrições, etc.
As versões recentes de alguns programas como o Word e o PowerPoint já possuem ferramentas de análise que ajudam a corrigir erros comuns de acessibilidade. No caso do Writer (no OpenOffice e LibreOffice) é possível descarregar uma extensão que acrescenta esta funcionalidade.
Para saber mais sobre como criar documentos acessíveis, veja os quatro recursos que listamos.

PLACES

A plataforma de acessibilidade PLACES, da Universidade do Porto,  apresenta tutoriais (Word, Powerpoint e HTML) "para tornar a tarefa de produção e disponibilização de informação mais ágil e rápida para quem produz e mais acessível para quem quer aceder e consultar essa informação".

Pode também consultar os vídeos relacionados no site da TVU.

Pode ainda descarregar o ebook Produção de Conteúdos Acessíveis, uma versão ePub do conteúdo da plataforma.

Linhas de Orientação para Informação Acessível

Esta publicação da Agência Europeia para as Necessidades Especiais e a Educação Inclusiva, no âmbito do projecto ICT4IAL, apresenta um conjunto de instruções e recursos para a criação de materiais acessíveis com texto, imagens, áudio e vídeo que podem ser aplicados a todos os tipos de informação produzida. Pode descaarregar a versão das Linhas de Orientação em português.  Na página do projecto ICT4IAL encontra este guia noutras línguas e no formato .doc.

Desenvolvimento de Conteúdos Acessíveis

No âmbito do MOOC Desenvolvimento de Conteúdos Acessíveis, um curso gratuito sobre conteúdos acessíveis organizado pelo ELearning Lab da Universidade de Lisboa, foram disponibilizados dois guias, um para o Microsoft Word e outro para o Microsoft PowerPoint.

Desenvolvimento de Conteúdos Acessíveis - Módulo 1 – Como criar documentos acessíveis
Desenvolvimento de Conteúdos Acessíveis - Módulo 2 – Como criar apresentações acessíveis

Bolo com a capa do livro Faz o que eu façoPela oportunidade, deixamos mais uma sugestão de leitura.

O livro Faz o que eu Faço & Faz o que eu te Digo - Uma mão cheia de Histórias para Ouvir, Partilhar e Agir... foi apresentado no dia 2 de julho de 2016 na Livraria & Bar da Chiado Editora, em Lisboa.
Durante a apresentação, Isabel Chagas, professora da Universidade de Lisboa, e Dulce Rocha, Presidente Executiva do Instituto de Apoio à Criança, que prefaciou, falaram das seis histórias que constituem esta publicação.

Cada uma destas histórias é, para a autora Dulce Mourato, um convite à reflexão aprofundada sobre temas tão importantes como o nascimento, o direito à diferença, a segurança na internet ou a morte.

Depois das histórias, as últimas dez páginas contêm sugestões de actividades como o "mural do contentamento descontente" ou "o lixo de uns pode ser o luxo de outros".

Na sinopse pode ler-se:

Estás na idade de fazeres a diferença e de mudares o Mundo à tua volta com gestos simples e palavras doces, privilegiando o diálogo e a liberdade de opinião.

Com este livro vais aprender a transformar uma cara fechada num sorriso e a deixar entrar o Sol na tua vida e nas vidas dos que te são mais próximos, sem medos e com a ousadia de sonhar, de lutares pelos teus sonhos para chegares mais além…

Sim, podes fazer a diferença, agindo, ouvindo e respeitando os outros e as suas particularidades, com a certeza de que se assim agires há sempre alguém que te fará o mesmo, porque te considera muito importante, alguém que te ama e que te vai apoiar incondicionalmente….Porque és uma Pessoa Muito Importante e Muito Especial!

Pode comprar o livro em papel ou em formato digital na página da Chiado Editora ou nas livrarias.

Veja fotos do lançamento do livro no álbum Livro Dulce Mourato.