A Fundação AFID, em colaboração com o grupo Auchan-Jumbo de Alfragide e na sequência de um projeto de voluntariado dos seus colaboradores, organiza o evento Caminhar pela Diferença.

Esta Caminhada decorre no próximo dia 2 de abril, domingo, entre as 10h e as 11h30.

Existe um kit que pode ser levantado na sede da AFID Diferença até ao dia da Caminhada.

Os participantes devem obrigatoriamente inscrever-se na Caminhada. Existe um custo associado de 5 euros para os participantes com idade superior a sete anos.

O valor pode ser pago por transferência bancária no levantamento do kit da caminhada na sede da Fundação.

O percurso tem aproximadamente 5 km.

Esta Caminhada acontece no dia estabelecido em 2007 pela Organização das Nações Unidas como Dia Mundial da Consciencialização do Autismo. De entre as várias iniciativas que ocorrem neste dia, uma das mais mediáticas é a campanha Light It Up Blue: lares, casas comerciais e vários monumentos emblemáticos são iluminados de azul, e muitas pessoas vestem-se de azul, de forma a lembrar cada vez mais pessoas da importância de dar atenção às pessoas com autismo.

Consulte o Regulamento da Caminhada Caminhar pela Diferença (formato PDF) Para se inscrever utilize o formulário de inscrição Caminhar pela Diferença.

 Já está disponível uma nova versão do Picto-Selector. Este programa torna mais fácil a criação, impressão e gestão de tabelas de comunicação. Para além de muitas outras características distintivas, o Picto-Selector reúne milhares de símbolos pictográficos de várias bibliotecas de imagens.

A versão mais recente, integralmente traduzida em português, pode imprimir várias tabelas numa única página, tem novos modelos de páginas e exporta tabelas para ficheiros RTF.

Os ficheiros RTF podem ser abertos e manipulados em programas de processamento de texto. Esta opção é interessante para a realização de testes, fichas de trabalho e outros materiais com recurso às ferramentas próprias de programas como o Open Office Writer ou o Word.

Quanto aos modelos de páginas, para além de podermos criar tabelas para diferentes digitalizadores existentes no mercado, agora estão também disponíveis cartões de Bingo e cubos. Uns e outros podem ser usados para criar jogos com finalidades diversas ou como ferramentas específicas para a aprendizagem e treino da comunicação aumentativa.

Encontre todas as novidades da última versão no pequeno vídeo a seguir.

Que novas ideias de utilização educativa lhe sugerem estas novidades?

 Na semana passada trabalhámos com uma criança cuja actividade favorita é assistir a vídeos de um personagem famoso dos desenhos animados.
Como cada vídeo tem que ser lançado pelos professores identificámos, entre outras melhorias, a possibilidade de ser o aluno a iniciar a reprodução de episódios específicos.
No entanto, devido às dificuldades motoras, não pode movimentar o rato e activa o botão direito involuntariamente.
Para utilizar programas de estimulação ou de causa-efeito e algum outro software podemos muitas vezes socorrer-nos apenas do botão esquerdo do rato podendo, por isso, fixar o rato e bloquear o botão direito.
Para impedir a deslocação do rato podemos usar material antiderrapante ou, de forma mais permanente, colar fita velcro no rato e na mesa.
Para bloquear o botão direito existem várias opções. A mais imediata consiste em colocar um papel dobrado ou Bostik/Blu-Tack/Patafix por baixo do botão. Para resultados mais permanentes, pode usar-se cola quente. Uma outra solução consiste em alterar o funcionamento do rato através de software: alguns controladores de rato (veja em Painel de controlo/Alterar definições do rato) permitem bloquear os botões; também pode descarregar um programa como o Kid Key Lock, que bloqueia os botões, a roda central ou mesmo o duplo clique.
Finalmente, uma solução caseira muito interessante, proposta por Linda J. Burkhart, é a Casa do Rato.

 A Associação de Paralisia Cerebral de Coimbra realiza, no dia 18 de Março, de 2017, entre as 09:30h e as 13:30h, no Centro de Reabilitação de Paralisia Cerebral de Coimbra, a ação de formação Necessidades Educativas Especiais, ministrada pelo Doutor José Correia Lopes. As inscrições estão já abertas e têm o custo de 10 euros (estudantes) e 40 euros (profissionais).

Esta ação de formação é dirigida a todos quantos interagem com crianças e jovens com Necessidades Especiais, especialmente psicólogos, técnicos superiores de serviço social, docentes, educadores e animadores sociais, outros profissionais, estudantes, pais e encarregados de educação.

As inscrições são efetuadas online em
http://educacaoformacao.apc-coimbra.org.pt/form_externa.php.

Esta, como outras formações, decorrem da experiência que a APCC tem vindo a desenvolver na avaliação contínua de diversos profissionais, integrando agora também a formação contínua de professores.

Consulte também o programa da ação de formação Necessidades Educativas Especiais (PDF).