Saltar para o conteúdo

 A Jornada CRTIC foi, de novo, uma celebração da energia, criatividade e engenho dos Centros de Recursos TIC.

Como noticiámos (Jornadas CRTIC 2017-2018), no dia 25 de Outubro, dezenas de professores de todo o país encontraram-se para partilhar e debater aspectos essenciais da actividade dos CRTIC.

Durante a parte da manhã, a Dra. Ida Brandão apresentou estatísticas da actividade dos CRTIC durante o ano lectivo transacto, resultados do trabalho realizado e um novo desafio formativo para o próximo ano. Em seguida, a Dra. Alexandra Crespo apresentou os dados relativos à atribuição de tecnologias de apoio e renovou a necessidade de optar por recursos livres sempre que adequados aos alunos. Discutiram-se ainda questões relacionadas com a legislação sobre inclusão e os CRTIC.

Durante a parte da tarde, tivemos oportunidade de mostrar os equipamentos e materiais produzidos durante o ano lectivo passado. Desde jogos produzidos com a colaboração de Universidades a um protótipo de sensor de aproximação de obstáculos, fomos conduzidos através de um sem número de soluções gratuitas e de baixo custo que, oportunamente, tentaremos apresentar aqui.

Relativamente à proposta de formação para este ano lectivo, de Janeiro a Maio de 2018, os Centros de Recursos TIC criarão recursos de baixo custo, respondendo aos desafios do novo Curso Online Faça Você Mesmo Produtos de Apoio. Como no ano passado, é possível trabalhar neste curso em colaboração com escolas e professores de todos os níveis de ensino. Por isso, se quiser ajudar-nos a concretizar mais este desafio, não hesite em enviar-nos um email para geral@cantic.org.pt ou contactar-nos de qualquer outra forma.

Por agora, deixamos uma das ideias que apresentámos na Jornada CRTIC e que criámos no âmbito da edição anterior do Curso Faça Você Mesmo Produtos de Apoio.

Suporte de computador/leitoril

As características e potencialidades dos tablets e computadores híbridos fazem destes dispositivos tecnologias de apoio ideais para muitos alunos que precisam de suporte à comunicação e aprendizagem.

Nesse sentido, no módulo inicial do Curso Faça Você Mesmo Produtos de Apoio optámos pela construção de um suporte para tablet utilizando alguns materiais reciclados ou gratuitos e outros de baixo custo.

O suporte tem inclinação variável, para permitir otimizar a visualização e o acesso pelo utilizador. Além disso, quando desmontado fica com o tamanho aproximado de um tablet podendo ser transportado numa pasta, numa mala ou mesmo nalguns estojos para tablet.

Este equipamento destina-se a todos os utilizadores que precisam de um suporte virtualmente gratuito e estável para interagir com um tablet ou dispositivo similar. Para alguns utilizadores, pode ser necessário fixar o tablet ao suporte através de correias elásticas ou velcro.

Pode ler ou descarregar o Guião de Construção do Suporte para Tablet ou ver um vídeo com os passos para a construção do suporte nesta página.

1

 No próximo dia 25 de Outubro, já amanhã, os Centros de Recursos TIC (CRTIC) reúnem-se para um dia de trabalho em que serão apresentados os resultados do ano lectivo 2016-17 e delineadas propostas de funcionamento para o ano corrente.

Quanto à partilha de resultados do ano anterior, um dos momentos altos será certamente o espaço para mostrar os materiais criados pelos CRTIC e seus parceiros no âmbito do Curso online Faça Você Mesmo.

Um dos projectos do CANTIC foi a criação de um tapete/painel sensorial de que damos conta a seguir.

Painel ou tapete sensorial

Partindo do desafio de criar um painel ou tapete sensorial, decidimos aproveitar um tapete/puzzle com peças em espuma eva e, utilizando as silhuetas de animais existentes, cobrimos cada uma com materiais de uso comum, de modo a que fossem reconhecíveís também através do tacto. Desta forma, construímos um tapete de estimulação sensorial com possibilidades adicionais - pode, por exemplo, ser usado como jogo de reconhecimento de animais.

Este material é indicado para a crianças com atraso global de desenvolvimento com
necessidade de estimulação sensorial e cognitiva mas pode também ser usado por crianças cegas ou com baixa visão ou simplesmente como um jogo de reconhecimento de formas sem recurso à visão.

Para ver como construímos o nosso tapete/painel, pode ler ou descarregar o Guião de Construção do Tapete Sensorial ou ver o vídeo nesta página.

Vídeo de Construção de um Tapete Sensorial

 Todos os dias clicamos inúmeras vezes para procurar, ler, ouvir, ver, interagir, jogar e criar. Estamos a fazê-lo da forma certa? Atrás de cada clique, há informação ou conteúdo que alguém criou. Sabemos onde procurar informação ou em que fontes acreditar? Sabemos como devemos relacionar-nos criticamente com a informação, com os meios de comunicação ou com a tecnologia?

A semana Global Media and Information Literacy, que se celebra anualmente desde 2012, decorre este ano de 25 de Outubro a 1 de Novembro. Esta iniciativa liderada pela UNESCO reúne vários actores comprometidos com a promoção da literacia da informação como meio de fomentar a inclusão social e o diálogo intercultural.

Para saber mais sobre a sexta celebração anual da Literacia da Informação e dos Media visite a página Global MIL Week 2017.

Para registar um evento relacionado com esta semana, visite a página de registo da Global Mil Week 2017.

Para juntar-se às celebrações deste evento mundial pode acolher uma ou mais das 10 maneiras de celebrar a Global MIL Week propostas pela UNESCO.

Se for uma escola, pode descarregar o ficheiro com 10 formas baratas de as escolas celebrarem.

Para aprofundar esta temática, pode utilizar as várias publicações sobre literacia da informação da UNESCO.

Finalmente, mesmo que este ano não consiga juntar-se ao evento, e dada a actualidade e urgência da formação de utilizadores críticos e conscientes, atrevemo-nos a sugerir a leitura de três documentos.
Understanding information literacy: a primer (PDF em inglês)
Alfabetização midiática e informacional: currículo para formação de professores (PDF em português do Brasil)
Media education: a kit for teachers, students, parents and professionals (PDF em inglês)

 A Divisão de Educação da Câmara Municipal de Sintra, no âmbito do acompanhamento e apoio às dinâmicas da educação especial nos Agrupamentos de Escolas e Escola Secundária do concelho, promove o 7.º Encontro de Práticas para a Inclusão, dirigido a técnicos, professores, assistentes operacionais e famílias, a realizar no dia 21 de outubro, sábado, das 9h00 às 17h30, na Escola Secundária P.e Alberto Neto, em Queluz.

Neste 7.º Encontro, pretende-se dar continuidade à partilha de práticas e vivências entre os Agrupamentos de Escolas e Escola Secundária do concelho, as famílias e a comunidade educativa mais alargada, a fim de aprofundar a reflexão conjunta que vem sendo construída.

Durante o dia divulgar-se-ão os dados recolhidos no âmbito do Projeto Educativo Local: diagnóstico da situação dos alunos com necessidades educativas especiais. A Dra. Helena Marujo, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, disponibilizar-se-á a pensar com os presentes acerca da urgência em Educar para a esperança e para o optimismo. Dar-se-á continuidade à realização de Oficinas, valorizando o trabalho dos Agrupamentos de Escolas, Escola Secundária e outros parceiros, através da apresentação das suas experiências e das suas práticas, consideradas inovadoras, na resposta aos alunos desde o Pré-escolar ao Ensino Secundário.

Destaca-se ainda o contributo de alguns profissionais, que através da sua abordagem, reforçam esta convicção numa prática capaz de proporcionar momentos de relação/aprendizagem que se tornem significativos para cada um, alunos, docentes, técnicos e famílias.

Pode descarregar o programa (PDF não acessível) do 7.º Encontro de Práticas para a Inclusão ou ver a versão textual a seguir.

8h30 Abertura do Secretariado
9h30 SESSÃO DE ABERTURA
10h00 Projeto de promoção do sucesso - Apresentação do diagnóstico da situação dos alunos com necessidades educativas especiais (Lúcia Canha, Bolseira Pós-Doc da FCT - inclusão social e profissional da pessoa com deficiência no seu processo de transição para a vida e Departamento de Educação da Câmara Municipal de Sintra)
11h00 Pausa
11h30 OFICINAS
OFICINA 1 Desafios à intervenção do Município - construindo a escola inclusiva (Lúcia Canha e Departamento de Educação da Câmara Municipal de Sintra)
OFICINA 2 Ainda podemos brincar na Escola? (AE Alfredo da Silva e Associação para a Promoção do Desenvolvimento Juvenil)
OFICINA 3 Uma Escola de todos, Experiências de Meditação (AE de Massamá)
OFICINA 4 O direito à sexualidade dos jovens com NEE (ACES Sintra - José Manuel Cardoso)
OFICINA 5 Corpo Habitado (espaço_corpo, Joana Andrade)
OFICINA 6 Oficinas de Pais (Associação Pais em Rede)
13h00 Almoço
15h00 À conversa com... Educar para a Esperança e para o optimismo: onde estamos 20 anos depois? (Helena Marujo e Luís Miguel Neto - ISCSP-ULisboa)
16h30 Momento Musical

Para se inscrever, use o formulário de inscrição no 7º Encontro Práticas Inclusivas.

 A Deliberação 1495/2016 de 6 de Setembro da Comissão Nacional de Proteção de Dados sobre a disponibilização de dados pessoais de alunos no sítio da Internet dos estabelecimentos de educação e ensino tentou responder às actuais preocupações de muitos actores na área da educação sobre o "estabelecimento de critérios rigorosos que enquadrassem a disponibilização de informação pessoal na Internet, de modo a acautelar a defesa dos direitos das crianças, designadamente o direito à proteção de dados pessoais e à privacidade."

O difícil balanço entre direito à privacidade e a importância da livre circulação da informação convive hoje com desafios extraordinários e, talvez por isso, tem sido pontuado por episódios graves que podem pôr em causa pessoas e instituições.

A Equipa de Recursos e Tecnologias Educativas da Direção-Geral da Educação promove dois encontros subordinados ao tema Privacidade de dados em estabelecimentos escolares nos próximos dias 9 e 11 de outubro, respectivamente em Aveiro e Almada.

Estes eventos, realizados em parceria com a Comissão Nacional de Proteção de Dados, têm como público-alvo os Diretores das Unidades Orgânicas de Portugal Continental, constituindo-se como uma mais-valia no incremento do conhecimento para a melhoria e consolidação da prática administrativa e pedagógica dos estabelecimentos escolares.

No dia 9 de outubro, o encontro realiza-se no Auditório da Reitoria da Universidade de Aveiro entre as 14h00 e as 16h30.

No dia 11 de outubro, o encontro realiza-se na Aula Magna do Instituto Piaget (Almada), também entre as 14h00 e as 16h30.

A participação é gratuita mas sujeita a inscrição. Pode inscrever-se para participar através do link de inscrição no Encontro Privacidade de dados em estabelecimentos escolares usando as credenciais da DGEEC.