Saltar para o conteúdo

2

Foi publicado a 12 setembro de 2013 o Despacho 11861/2013, que contempla o apoio ao transporte escolar dos alunos com necessidades educativas especiais de carácter permanente para as escolas de referência ou para as Unidades de Ensino Estruturado e de Apoio Especializado. Contempla ainda o aumento da comparticipação destinada à aquisição de manuais escolares, a par do reforço da necessidade de utilização da bolsa de manuais instituída pelo Despacho nº 11886/2012.

Este apoio será mais um contributo para o sucesso escolar dos alunos com mais dificuldades económicas.

Logótipo Daisy ConsortiumRecentemente, a Biblioteca Nacional de Portugal que, na sua essência, tem como missão manter vivos os recursos da sua língua, história e identidade, assim como a conservação, acesso e internacionalização, aumentou o seu valor social através da promoção de iniciativas convergentes com o mundo da pesquisa, associando-se ao Consórcio Daisy.

Desde 2005 são produzidos em Portugal manuais escolares e outros livros em formato Daisy (Digital Accessible Information System), formato áudio-digital com funcionalidades acrescidas para pessoas cegas ou com baixa visão. A produção destes livros é fruto de uma parceria estabelecida entre o Ministério da Educação e Ciência, a Fundação Vodafone e a Porto Editora.

O Ministério da Educação e Ciência, norteando a sua ação pelo princípio de que nenhum aluno, por condições de deficiência ou incapacidade, deverá estar limitado no seu acesso à leitura e à informação escrita, tem vindo, no âmbito das suas responsabilidades, a apostar de forma clara no incentivo à produção de materiais de leitura em formatos acessíveis a alunos com necessidades educativas especiais. Neste contexto, os enunciados das provas finais de ciclo e dos exames finais nacionais dirigidos a alunos cegos e com baixa visão em 2013, já foram apresentados em formato Daisy (Digital Accessible Information System).

Logótipo do ColorAddO ColorADD é um sistema de identificação de cores desenvolvido com base nas três cores primárias, representadas através de símbolos gráficos. Assenta num processo de associação lógica, através do conceito de adição das cores, que permite às pessoas com daltonismo relacionar os símbolos e identificar facilmente toda a paleta de cores. O branco e o preto surgem para orientar as cores para as tonalidades mais claras ou escuras.

A implementação do código ColorAdd para alunos com daltonismo já começa a dar alguns passos. O Ministério da Educação e Ciência incentiva as escolas à utilização deste recurso educativo por forma a garantir a plena integração do público daltónico sempre que a cor seja um fator determinante na comunicação e na aprendizagem.

A inclusão do código ColorADD enquanto sistema complementar à legendagem de mapas, figuras ou esquemas, e também nas provas de avaliação e exames nacionais, justifica-se sempre que a cor é um fator determinante para a leitura do enunciado e para a produção da resposta, possibilitando assegurar condições de equidade no universo de alunos com daltonismo.

Pode ver um exemplo de boas práticas na biblioteca da Escola EB1 nº2 de Mem Martins, a primeira Biblioteca do Mundo com o Sistema de Identificação de Cores para pessoas com daltonismo.

vi-seminario-educacao-inclusivaNo próximo dia 5 de Outubro (Sábado) irá realizar-se o VI Seminário de Educação Inclusiva no Auditório Agostinho da Silva - Universidade Lusófona.

Programa

9:00 Receção aos Participantes/entrega da documentação
9:30 Sessão de abertura
        Momento cultural
10:00 Conferência temática com debate, com o Professor Doutor Santana Castilho
11:00 Intervalo
11:15  Painel com debate “Intervenção precoce: modelos centrados na família”

Professora Doutora Maria João Seabra
Mestre/Doutoranda Iolanda Gil
Drª Alzira Santos e Drª Paula Guedes
Testemunho (mãe)


12:30 Intervalo para almoço
14:00 Momento cultural
14:30 Comunicações livres
15:45 Breve intervalo
16:00 Painel com debate: “Transição para a vida pós-escolar”

Professor Doutor Joaquim Colôa
Mestre/Doutorando Francisco Alves
Testemunho

17:00 Mesa redonda – “Inclusão: olhares de quem a vivencia”

Professor Doutor Deodato Guerreiro
Dr. Pedro Oliveira

18:00 Conferência de encerramento, com debate: “A Educação inclusiva no contexto educativo atual: perspetivas e desafios” – Deputada Margarida Almeida

19:30 Finalização dos trabalhos e entrega dos certificados de participação

Comissão Científica

António Teodoro
Deodato Guerreiro
Isabel Rodrigues Sanches
Joaquim Colôa
Maria João Seabra
Óscar de Sousa
Santana Castilho

Comissão Organizadora

Isabel Rodrigues Sanches
Anabela França Mota
Conceição Dulce de Ólim
Cláudia Tavares
Elisabete Paulo
Fernanda Maria Coelho
Gilda Helena Pires Costa
Maria Margarida Dias Costa
Maria de Lurdes Alves

Secretariado
Maria de Lurdes Alves

Fonte: LOC

doarprodutosapoioA Santa Casa da Misericórdia de Lisboa lança um novo desafio a todas as pessoas e entidades - Se já não precisa de ajuda, ajude outros que precisam. Este desafio surge no âmbito de uma campanha de recolha de produtos de apoio nos concelhos de Lisboa e Cascais, desenvolvida em parceria com o Instituto Nacional para a Reabilitação.
Caso tenha cadeiras de rodas, camas articuladas, canadianas, andarilhos ou outros produtos de apoio a que já não dê utilidade, esta é a oportunidade para lhes dar uma nova vida. Para ajudar outras vidas.
Na procura permanente de novas respostas às necessidades da população carenciada, a Santa Casa assegura, assim, a recolha destes produtos para colocá-los ao dispor de quem deles mais precisa no momento, sejam os utentes da Santa Casa ou da sua rede de parceiros.
Quem pode doar?
Todas as pessoas individuais e entidades coletivas como associações, organizações e empresas podem fazer uma doação de produtos de apoio à Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. O doador passará a fazer parte da rede de beneméritos da instituição.
Para mais informações pode aceder ao site oficial da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

great-lxNos próximos dias 15 e 16 de Setembro, vai realizar-se no ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa a "GREAT Lx - Great Lisbon International Conference on Games & TEL", uma iniciativa conjunta da Associação Portuguesa de Gestão de Pessoas (APG), do ISCTE e da parceria europeia do projeto GREAT. O projeto GREAT Lx tem como objetivo o debate, a partilha e a reflexão de conhecimentos sobre os jogos e as tecnologias na aprendizagem. Para mais informações, consulte o site oficial da conferência.


Define-se ajudas técnicas/produtos de apoio como qualquer produto (incluindo dispositivos, equipamentos, instrumentos, tecnologia e software) especialmente produzido e disponível, para prevenir, compensar, monitorizar, aliviar ou neutralizar qualquer impedimento, limitação da atividade e restrição na participação (ISO 9999/2007).” Instituto Nacional de Reabilitação
beta_logo_medium1
O BETA – Banco de Empréstimo de Tecnologias de Apoio – é um banco de ajudas técnicas da responsabilidade do CERTIC – Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade Humanas –, onde se disponibilizam mais de 450 produtos de apoio para pessoas com deficiência ou incapacidade, permanente ou temporária. Foi inaugurado, nos dias 13 e 14 de março de 2013, numa exposição denominada “Yes, I Can”, na Universidade de Trás os Montes e Alto Douro.

Este Banco de Empréstimo de Tecnologias de Apoio dispõe de materiais para diversos fins, nomeadamente:

•Mobilidade
•Habitação
•Cuidados pessoais
•Comunicação e informação
•Recreação e lazer
•Terapia e treino

Estes produtos foram doados pela fundação sueca AGAPE, uma ONG – Organização Não Governamental – de apoio a pessoas em desvantagem social com sede em Falkenberg. Os produtos estão, ainda a ser inspecionados e reparados pelos alunos de Engenharia de Reabilitação.

O empréstimo é gratuito e feito mediante a avaliação das necessidades e dos produtos mais adequados.

Abrange o distrito de Vila Real e podem candidatar-se pessoas com deficiência ou alguma incapacidade, de natureza permanente ou temporária, instituições e organizações parceiras deste serviço, bem como serviços, escolas e departamentos da Universidade.

Possui uma plataforma online, onde pode consultar os produtos, regulamentos e formulário de empréstimo.

pluralsingular4Já saiu a 4.ª edição da revista Plural&Singular !!!

"O regresso às aulas da Educação Inclusiva" é o tema de capa desta edição, podem descarregar gratuitamente esta edição e as anteriores no site da Plural&Singular

A Plural & Singular é um projeto editorial dedicado à temática da deficiência que lançou a 1.ª edição no início de dezembro de 2012. A revista, de periodicidade trimestral é distribuída por assinatura digital junto de pessoas com deficiência, cuidadores, instituições, profissionais, empresas e outras entidades ligadas a esta área.

cercica_colecao_4leiturasA CERCICA, com o apoio do Ministério da Educação (DGIDC) e da Câmara Municipal de Cascais, reuniu uma equipa de profissionais que, trabalhando em parceria, conseguiu preencher uma lacuna no nosso mercado.

Independentemente das capacidades individuais de cada leitor, adultos e crianças têm agora um instrumento que vem contribuir para o desenvolvimento da literacia. A Colecção 4Leituras, que faz parte da lista recomendada pelo Plano Nacional de Leitura, vem despertar o prazer da leitura através da apresentação de cada livro em 4 formatos diferentes:
- Versão escrita com DVD interactivo que inclui versão áudio
- Versão adaptada em Símbolos Pictográficos para a Comunicação (incluida no DVD interactivo)
- Versão em Língua Gestual Portuguesa (incluida no DVD interactivo)
- Versão em Braille e em formato Daisy